Dona Kimica


Certamente em algum momento da sua vida você já ouviu sua mãe dizer que: Nunca viu zorra maior do que seu quarto, ou que a aquela sua prima/vizinha/irmã certinha ( lê-se ... esquece! ) organiza o guarda roupa por cores, tudo dobradinho no lugar e era nela que você deveria se inspirar e blá-blá-blá. Não amiga, não se sinta a Maria Cascuda, namorada do Cascão, por que esse discurso é o mesmo pra todo mundo e o seu (nosso!) caso não é o dos piores...

Aproveita e chama sua mãe pra frente do pc, por que essa história merece platéia:

Dona Kimica Kirino, é uma simpatica senhora com descendência japonesa, que mora em São Paulo e é mãe de duas jovens, Mitie e Kimmi. Em setembro do ano passado, uma carta escrita por Mitie ao programa Caldeirão do Huck, da rede Globo, foi sorteada para o quadro "Lar doce lar". E lá foi a equipe de arquitetos, engenheiros, paisagistas e pedreiros reformar a casa da Dona Kimica. Que pela mãe do guarda, era um verdadeiro deposito de lixo.  Aliás, ficava difícil até imaginar como alguém poderia viver ali dentro.

A reforma foi feita, a casa ficou uma lindeza. Toda moderna, com nova arquitetura, novos móveis... tudo perfeito, com direito até a laguinho artificial e peixinhos de verdade. Ao se despedir da família, o apresentador Luciano Huck, fez com que as filhas da D. Kimica prometessem que iram manter a casa arrumada, e ainda alertou que voltaria depois de um ano, para vê se promessa havia sido cumprida.

És que seis meses depois, Luciano e a equipe do programa resolvem voltar a casa de Dona Kimica...  e o resto da história você confere no vídeo:















Não tem como conhecer essa história e não ter um ataque de risos.
Dona Kimica é vida!!! E depois dela, minha mãe nunca mais vai dizer que a minha mesinha de computador vive bagunçada, aliás arrisco em dizer que Dona Kimica, mudou o conceito do que é ser bagunceira, por que ela sim entende da arte de fazer bagunça. Sim, por que isso só pode ser arte, imagine o trabalhão que ela teve pra deixar a casa revirada daquela forma. E arrumar? Pra quê, né? Já disse Dona Kimica: Não precisa ter pressa rsrs




PS1. Correção: É Dona Kemica, e não Dona Kimica. rs

PS2. Este programa foi ao ar no sábado dia 12/03, exatamente um dia após à tragédia que devastou o nordeste do Japão, como o momento não era conveniente, achei por bem segurar o post e por isso só agora o publiquei.
Tenho verdadeira paixão pelo povo asiático, talvez também por isso me simpatizei tanto pela Dona Kemika (que, apesar do seu jeito "peculiar" de ser, é uma fofa!). Parei de acompanhar - à fundo - as notícias que vêm do Japão, por covardia mesmo, estavam me fazendo mal. Porém, continuo em oração para que todo esse pesadelo não torne a repetir, e que os sobreviventes possam agora encontrar forças para reconstruir suas vidas e suas histórias.  Prayer for Japan!











Juh Barreto

Apaixonada por Bytes e Bits, açaí e comida japonesa. Jornalista por amor, social media por função e blogueira por vocação. Quer continuar esse papo? Me manda um email: contato.tdm@gmail.com

2 comentários:

  1. obrigada pela visitinha ja estou seguindo beijinhosssss rs.

    ResponderExcluir
  2. Nossa essa Dona Kemika é mt porca msm quando eu vi como ficou a ksa dela depois do Luciano Huck ter passado me revoltei eu queria ter uma ksa daquelas ai vem ela e suja denovo...ava...

    conversafeminiina.blogspot.com

    ResponderExcluir