20 de novembro de 2011

Rede Social é coisa séria!




Com o passar dos séculos as civilizações se renovam, mas alguns traços da sociedade perpetuam-se.  É o caso do péssimo hábito da mentira.

Desde pequenos aprendemos que a mentira é uma falha de conduta, que não deve ser propagada em hipótese alguma. Biblicamente – para os que, como eu, acreditam – a mentira é uma das maiores afrontas ao nosso Pai do Céu.

Porém, em alguns momentos, parece ser indispensável. Realmente, PARECE, mas não é. Nenhuma mentira consegue ser positiva, e muitas vezes uma dura verdade pode doer menos do que uma mentirinha leve. Não existe leveza na omissão.

Diante de tudo isso, me pergunto: como alguém pode brincar com algo tão grotesco? Como alguém pode usar um poderoso meio de comunicação, como o Twitter, pra disseminar informações enganosas? E mais, diverti-se com isso.   

Na noite de ontem (19) passei, pela segunda vez, por uma experiência nada agradável. Estava em casa quando um amigo me ligou buscando informações de um outro amigo, que mora em São Paulo, pois no Twitter e em uma comunidade do Orkut haviam informações de que ele havia falecido. O amigo em questão era o Tito, um amigo daqueles que a gente considera mais do que irmão. Sendo assim, dá para imaginar qual foi a minha reação. Desliguei imediatamente o telefone e liguei para São Paulo, o celular do Tito tocou por mais de 4 vezes, e a cada novo toque aumentava a minha aflição, até que... finalmente, ele atendeu. Ufaaa! Que alívio!


Logo descobrimos que tudo não passou de uma “brincadeira” de um muleque, que deve ter seus 13 ou 15 anos, e estava simplesmente querendo “levantar poeira” – como ele mesmo disse.

Em outra ocasião, outro amigo teve o perfil do Orkut invadido e os rakeres passaram a enviar scraps comunicando o falecimento do mesmo, e passando-se por um familiar. Meu Deus! Quanto absurdo!

Imagino se uma falsa notícia desta chega a alguém que sofre de problemas cardíacos, ou qualquer outra doença letal. E novamente os questionamentos me tomam: que humor existe em causar sofrimento aos outros?


As redes sociais, ao contrário do que algumas pessoas pensam, exercem uma força gigantesca. Tal como uma arma, que em mãos erradas pode causar danos, algumas vezes, irreversíveis.


Tudo que se publica em plataformas virtuais, sejam elas blogs, redes sociais, murais de comentários... tudo que se publica exige uma carga gigantesca de responsabilidade. É um engano pensar que, por que estamos ocultos por uma tela, podemos nos rebaixar à tão medíocre conduta.
Assim como aqueles que fazem ligações fraudulentas - os chamados trotes - para serviços de resgate, os irresponsáveis que divertem-se propagando mentiras nas redes sociais brincam com a vida de terceiros sem respeito, e nenhuma compaixão, são dignos de pena. Uma lástima. 

O (ir)RESPONSÁVEL PELA FALSA NOTÍCIA

Foto: Getty Images | Printscreen Twitter



4 comentários:

  1. Olá! Vi seu link em outro blog e adorei o seu blog. Já tô seguindo.
    Te convido a visitar e seguir o meu blog também. Bjs...

    http://perfumesdapam.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Panmella!
      Obrigada pelo comentário :)
      seja bem vida! beijocas

      Excluir
  2. Oiii!!
    Vi seu link num outro blog e resolvi entrar para conhecer aqui. Amei. Já tô seguindo.
    Meu blog é de esmaltes se bem que ele seja.... errr.... meio diferente. ahahaha... se quiser ir lá me conhecer e me seguir também eu vou adorar!
    Ó, o Blogger me ODEIA (facto!), então se vc não conseguir me seguir pelo Google Rede Social, tenta o Seguir que está lá em cima junto a "Partilhar Denunciar abuso Blogue seguinte"? Só assim para bater esse vil Blogger no seu próprio jogo! Muhauhauhua!!!
    Beijão
    Marta

    www.fazendoesmalterapia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. É cada absurdi que se vê na rede, aff.
    bjos
    http://www.alfinetesdemorango.com/

    ResponderExcluir

Contato






PARCEIROS



INSTAGRAM