#DicaParaBlogs: Como criar um blog do zero?




Antes de decidir ter um blog, o primeiro passo é se perguntar: por que quero me tornar um(a) blogueiro(a)?

Atualmente existem “n” motivos para ingressar na blogosfera. Desde o simples desejo de expor suas ideias, compartilhar experiências e conhecimentos, registrar um momento marcante ou a própria vida, divulgar um trabalho ou até mesmo tornar o blog o seu trabalho, monetizando o conteúdo produzido.

Pouco restou da antiga ideia de blog como um mero diário virtual. Hoje a plataforma ganhou status de site e, apesar da diagramação peculiar, tornou-se a solução mais procurada pra quem pretende ter uma página na web. 

Então o segundo passo agora é escolher a plataforma que vai "abrigar" seu conteúdo. Das plataformas gratuitas Blogspot/Blogger e Wordpress são as mais conhecidas, sendo a primeira a "menina dos olhos dos principiantes" e a segunda a "queridinha dos programadores". Com painéis intuitivos, tais plataformas permitem que até mesmo aqueles que possuem pouco ou nenhum conhecimento em códigos de programação consiga fazer suas postagens sem muito esforço. E em caso de dúvidas na nuvem existe uma imensidão de tutoriais e apostilas disponíveis para te ajudar.

Escolhida a razão de blogar e a plataforma é hora de pensar em dois pontos importantes: o segmento e a relevância. 

Se o seu blog será voltado para o segmento de moda, beleza, maquiagem ou tudo isso junto é muito importante que você conheça e analise outros blogs semelhantes. Inspire-se, mas atenção, NÃO COPIE

Parece difícil, em meio a uma imensidão de blogs semelhantes consegui fazer algo diferente, e de fato relevante. Mas sim, é possível. Não existem duas “você” no mundo, somos pessoas únicas, com pensamentos e opiniões igualmente diferentes.

Seja autentico(a), busque coisas novas, e se achar algo muito legal na rede, informe aos seus leitores a autoria ou recrie o conteúdo inspirado no tema, deixando claro a sua visão. Dê sua opinião. Possivelmente alguém irá se identificar e pronto: você terá conquistado um leitor, que facilmente se tornará assíduo, afinal pra ele seu blog conquistou relevância.  

Com todos esses pontos bem esclarecidos, encontre um título para o seu blog, que não necessariamente será o nome usado na sua URL (endereço do blog). Muitas pessoas optam por colocar uma URL mais genérica, como o próprio nome, por exemplo. 

Isso é bacana por permitir uma liberdade maior, caso no futuro o blog precise mudar de título. Outros, no entanto, preferem padronizar e colocar título e URL iguais. O que por outro lado, possibilita uma melhor assimilação de identidade junto aos leitores.  A página deixa de ser o “blog da Juh” (sabe-se lá que nome ele tem) para ser o “Território de Meninas”, ou seja ganha uma identidade, cria uma marca.

Frequentemente alguns dos temas abordados a cima são negligenciados pela maioria dos blogueiros e blogueiras iniciantes, mas fazem uma considerável diferença quando são carinhosamente analisados e executados. Ah e só mais uma dica: nesse início de blog permita-se perder um tempinho a mais para a criação, e certamente esse tempo se reverterá em vida longa para o seu blog. Vamos blogar!

Foto: GettyImages



Juh Barreto

Apaixonada por Bytes e Bits, açaí e comida japonesa. Jornalista por amor, social media por função e blogueira por vocação. Quer continuar esse papo? Me manda um email: contato.tdm@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário