Comportamento - Ferrari só tem quem pode




Não é qualquer um que pode ter uma Ferrari estacionada na garagem de casa. Alguns podem comprar carros importados, outros compram carros populares, mas alguns precisam se contentar com fusquinhas mesmo.


A verdade é que quanto mais belo, veloz e potente for o automóvel, mais caro ele será. Além disso, a marca agrega um valor ainda maior ao desejável carrinho.

Mas o que isso tem a ver com o mundo feminino? 

Deixe que eu mesma respondo: Tudo!

Tenho me chocado com o que vejo diariamente: Meninas lindas, perfumadas e bem vestidas, verdadeiras “Ferraris”, comportando-se como fusquinhas. Qualquer um pode ter, e quanto mais “rodadas” mais fáceis. A lei agora é pegar geral!

Confesso que não compreendo esse modo de vista. Parece que esqueceram de agregar o valor da marca (personalidade real, e não “Maria vai com as outras”) a essas pessoas, e olha que a marca costuma ter um valor incalculável.

Usar e ser usada fisica e afetivamente pode causar danos futuros, sejam doenças, problemas de relacionamentos, autoestima afetada, entre outros que todo mundo já sabe. A questão é que a fama de pegadora parece ser bem atrativa, mas é puro engano.

Na minha opinião, mulheres precisam se valorizar, porque na verdade elas valem muito mais do que qualquer carrão a que possam compará-las, mas isso se cada uma entender a importância de preservar o corpo e os sentimentos para um homem que realmente possa tê-la, alguém rico em dignidade, sinceridade, bom caráter e muito amor para oferecer como moeda de troca (e digo o mesmo para os homens também).

Portanto, amiga, fica a dica: Você é como uma Ferrari: Vale muito! Não deixe que a transformem em algo popular. Aprenda a fazer da sua marca (personalidade) o seu grande valor.

Leia Também: Agora sim, casada.

Um beijo.


Juh Barreto

Apaixonada por Bytes e Bits, açaí e comida japonesa. Jornalista por amor, social media por função e blogueira por vocação. Quer continuar esse papo? Me manda um email: contato.tdm@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário