MINHA HISTÓRIA DE EMAGRECIMENTO


Meu nome é Juliny Barreto, tenho 30 anos, sou casada e universitária, prestes a me formar em Jornalismo. Desde a minha adolescência vinha mantendo uma história de pavor e ódio com a balança. A alimentação desregrada e o sedentarismo, aliados à genética, me levaram a uma vida cheia de privações e complexos. Cheguei a pesar 93 quilos em janeiro de 2012, cheguei me matricular em uma academia, mas continuei comendo errado. Consegui até perder alguns quilos, mas logo abandonei a academia, aliás, como sempre acontecia.

No final de 2013, mais precisamente em 28 de dezembro, sofri uma das minhas maiores perdas: minha tão ativa vózinha, que ainda tinha tantos projetos e sonhos, perdeu a luta contra a diabetes e os problemas cardíacos. O choque da despedida precoce me fez refletir o rumo que a minha vida estava tomando.

30 anos e 89 quilos!!! Tantas coisas ainda por fazer, filhos para trazer ao mundo, projetos, sonhos… eu definitivamente não poderia continuar me destruindo. Durante as festas de final de ano tomei a melhor das minhas decisões: escolhi viver! E viver bem!

No dia 2 de janeiro de 2014 comecei um projeto de emagrecimento baseado em reeducação alimentar e atividade física diária. Voltei para a academia, mas dessa vez sem me enganar, completando as series corretamente, dando o meu melhor. Na alimentação comecei a fazer tudo aquilo que a gente sempre soube, mas que nunca fez. Cortei os alimentos calóricos, passei a me alimentar a cada três horas, reduzi as quantidades, passei a beber mais água (porém nunca durante as refeições) e fui descobrindo outros alimentos, outros sabores…

Sem pressão, sem neurose, mas principalmente sem me vitimizar. Não se tratava de uma luta, uma batalha, mas sim uma escolha. Uma opção que teria que ser a mais prazerosa possível. Hoje começo a colher os bons resultados. Em pouco mais de cem dias de processo já foram ELIMINADOS dezoito quilos. Com 1 metro e 69 centímetros de altura, passei a pesar 71 quilos, o que representa uma vida completamente nova, com muito mais disposição e força de viver.

Embora saiba que o primeiro passo é sempre o mais difícil, desejo a você que neste momento me lê, que ninguém que você ame precise ir embora para que perceba o quanto a sua atual rotina pode estar diminuindo seus dias de vida. Se você pode tomar essa decisão agora, faça! Por você!

Nesse espaço, compartilharei as minhas experiências e espero que de alguma forma, você se motive. Porque, sim… É POSSÍVEL!!!

Fotos: Arquivo Pessoa e Lins Fotografias

Juh Barreto

Apaixonada por Bytes e Bits, açaí e comida japonesa. Jornalista por amor, social media por função e blogueira por vocação. Quer continuar esse papo? Me manda um email: contato.tdm@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário