Moda Evangélica: Nova série no TDM


Embora o nosso coração  seja o principal interesse do amor de Deus, algumas discussões no meio cristão, e mais especificamente no meio evangélico, acabam gerando debates calorosos, que na maioria das vezes acabam perdendo o sentido antes mesmo de chegar a uma conclusão plausível.

A moda ou a forma de se vestir é uma delas. A depender da denominação e das doutrinas (princípios ou fundamentos criados por líderes de uma instituição), cada igreja determina quais peças de vestuário são ou não adequadas entre seus participantes.

Embora não haja uma unanimidade, nem descrições específicas na Bíblia sobre o que devemos vestir nos dias atuais, algumas premissas quanto a vaidade são consensuais entre todos, dentre elas as de que...

-  O excesso de vaidade nos afasta do Senhor, e corrompe nossos corações com arrogância e ganância. 


"... Com palavras de vaidosa arrogância e provocando os desejos libertinos da carne, seduzem os que estão quase conseguindo fugir daqueles que vivem no erro."
 [2 Pedro 2:18]

- A vaidade em exagero nos torna cegos para coisas mais simples e mais importantes em nossas vidas. 


"Na verdade que há muitas coisas que multiplicam
 a vaidade; que mais tem o homem de melhor?"
[Eclesiastes 6:11]
 - A vaidade nos aprisiona e nos torna dependentes do ego.


"Porque a criação ficou sujeita à vaidade, 
não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou."
[Romanos 8:20]

- Quando decidimos seguir os ensinamentos de um Deus vivo e declarar a nossa fé. Reconhecemos que, apesar de sermos humanos (e com isso imperfeitos) fomos criados para sermos imagem e semelhança de um Deus santo. Com isso somos motivados a mudar nossos hábitos e comportamentos que porventura não combinam com a nossa nova condição e crença. 


"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é;
 as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo."
[2 Coríntios 5:17]

Da parte de Deus, nada nos é proibido, no entanto, a Sua palavra nos alerta que nem todas as coisas nos convêm, por não nos edificarem (1 Coríntios 10:23), ou seja, elas não nos servem mais. Sendo assim, trazendo para a moda, nenhum estilo ou peça de roupa nos é proibida diretamente pelo Senhor, mas é necessário termos sabedoria para distinguir o que melhor combina com a nova criatura que nos propomos ser. 

Imaginando ser Deus um pai que convida a filha (você) para uma festa, onde ele a apresentará aos seus amigos, dizendo orgulhoso: "olha, essa é a minha filha!". Será que o seu look o envergonharia??? Será que a roupa que você escolheu vestir impressionaria os amigos do seu pai de forma negativa???

Vale a reflexão, sem neura... sem repressões. Olhe-se no espelho e encontre o estilo que represente quem de fato você é, perante os homens, mas especialmente perante Deus!

Começa hoje, aqui no Território de Meninas, uma série de publicações sobre moda evangélica, com inspirações que poderão nos ajudar na hora de renovar o guarda-roupa. 

Então não esquece, a partir de amanhã, toda terça-feira um novo post pra você!!!

Te espero!!!



Instagram  |  Fanpage  |  YouTube  |  Sua Opinião

Juh Barreto

Apaixonada por Bytes e Bits, açaí e comida japonesa. Jornalista por amor, social media por função e blogueira por vocação. Quer continuar esse papo? Me manda um email: contato.tdm@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário