Periscope: o perigo está no mal uso



Na manhã desse domingo (30) dezenas de portais norte americanos deram a notícia de quem dois homens teriam registrado uma tentativa de crime, em transmissão streaming, através do Perioscope. 

No vídeo, dois homens aparecem armados em uma verdadeira caçada a um homem, que supostamente estaria dormindo com a namorada de um dos rapazes. Os homens identificados como Carlos Gonzales e Damon Batson, andavam pelas ruas da Califórnia como uma arma carrega enquanto centenas de pessoas assistiam a transmissão e os incentivavam através de comentários e corações. E quando são questionados se a arma seria mesmo de verdade fazem disparos para comprovar de que não se tratava de uma brincadeira. 

Segundo o jornal Daily Mail, a policia norte americana só tomou conhecimento do fato no dia seguinte quando o vídeo se espalhou pela internet. 

Há 5 dias, também nos Estados Unidos, dois jornalistas foram brutalmente assassinados enquanto estavam ao vivo em uma transmissão de telejornal. O autor dos crimes, um ex colega de emissora, pasmem, também filmou toda a ação. 

Que as redes sociais e a popularização, seja na captura ou divulgação de imagens, vídeos e áudios mudaram a nossa forma de encarar a vida e expor o que antes era privado, não é novidade. O que nos preocupa é refletir até onde vai essa exposição, diante da capacidade do ser humano em ser cruel, seja criando ou consumindo (e incentivando) tais conteúdos. 

O maior problema, porém, não está nas novas tecnologias ou nas novas formas de expressão, mas nesse mundo que a cada dia se apresenta mais bárbaro e legitimado o mal com likes, coraçõezinhos e views. É a audiência selvagem de uma sociedade cada dia mais desumana.

#Oremos, já que é apenas o que nos resta!


Instagram  |  Fanpage  |  YouTube  |  Sua Opinião

Juh Barreto

Apaixonada por Bytes e Bits, açaí e comida japonesa. Jornalista por amor, social media por função e blogueira por vocação. Quer continuar esse papo? Me manda um email: contato.tdm@gmail.com

Um comentário:

  1. Quem é ruim e sem caráter fica ainda pior com apps na mão. Essa é uma ótima reflexão Ju! Até pra a gente se policiar às vezes. Ontem recebi áudios de uma torcida de um dos clubes daqui que estavam rodando depoimentos de um bam bam bam de uma torcida rival. Tipo, o cara tava fazendo um desabafo sobre como as coisas andam ruins no clube, e uma coisa que deveria ficar entre amigos, acabou vazando. E pior: pra torcida adversária! Infelizmente, algumas coisas, a gente não pode dividir com todo mundo! (Informação é poder né?)

    Beijo. To adorando o temp novo. Limpinho e com cara de fase nova. Tão bem tu! <3

    ResponderExcluir