Antes que acabe...



Faltam apenas dois dias para a chegada de um novo ano e eu já não vejo a hora da contagem regressiva chegar ao um. Final de ano, para a maioria das pessoas, é sempre um momento reflexivo. É uma renovação, representa um termino e, ao mesmo tempo, um início... é uma página em branco, o início de um novo capítulo.

E esses momentos me trazem uma melancolia, me deixam meio reticente. Este ano, em especial, a coisa parece ter sido ainda pior. Definitivamente, 2016 foi um ano estranho!

Embora eu prefira sempre me apegar aos bons momentos e agradecer por eles, esse ano pela primeira vez experimentei sensações não muito agradáveis, que me deixaram ainda mais reclusa num infinito de questionamentos, medos, frustrações.


Confesso que tenho me empenhado para não esquecer do significado da palavra esperança. É um esforço diário manter acessa a chama da minha fé, porque embora o mundo tente dizer que não, eu acredito em um Deus que tudo vê e que jamais nos abandona.

A sensação que tenho é que por toda a minha vida criei uma redoma de vidro, um universo paralelo onde os risos pareciam mais frequentes, as pessoas eram mais verdadeiras e o amor ao próximo parecia valer a pena. Hoje nada disso parece fazer mais sentido. E esse "choque" com a realidade é o que me deixa cada vez mais reclusa, descrente! 

Eu não sei se você consegue entender o que estou falando, ou talvez até sinta algo parecido. 

Se for isso, tenho um convite a te fazer... vamos recompor nossa "casinha", juntas?

O primeiro passo é entender que as grandes mudanças não ocorrem simplesmente com a virada de um relógio, elas precisam acontecer essencialmente dentro de nós. Por isso, antes que o ano acabe precisamos aproveitar os dias que restam para refletir sobre o que estamos fazendo de errado e o que podemos fazer para mudar a realidade ao nosso redor.

Segundo, precisamos renovar a nossa fé. Se ninguém nunca te disse, acredite, ela é ESSENCIAL. Esperança, confiança, amor (próprio acima de tudo)... são mobílias essenciais pra essa "casinha", do contrário tudo passa a não ter mais sentido.

É certo que 2016 não foi um ano fácil, mas a chance de fazer um 2017 melhor nos será entregue daqui a poucos dias e caberá a nós fazer dela uma realidade. 


CONFIE EM VOCÊ!



Instagram  |  Fanpage  |  YouTube  |  

Juliny Barreto

Apaixonada por Bytes e Bits, açaí e comida japonesa. Jornalista por amor, social media por função e blogueira por vocação. Quer continuar esse papo? Me manda um email: contato.tdm@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário