1 de setembro de 2018

A história do Youtube


O YouTube foi lançado oficialmente em 
14 de fevereiro de 2005, como um site que permitia que os seus utilizadores compartilhassem vídeos digitais, utilizando o formato Adobe Flash Player para disponibilizar o conteúdo na Internet. 


E devido à possibilidade de hospedar quaisquer vídeos (exceto materiais protegidos por copyright e materiais pornográficos) em pouco tempo, o Youtube se tornou o mais popular site do tipo, com mais de 50% do mercado, já em 2006.


O sucesso da plataforma se deu a democratização na produção de conteúdos caseiros e a facilidade de incorporar estes conteúdos em blogs e sites através de mecanismos de “Embed”, um tipo de tag HTML usada para incorporar arquivos multimedia de áudio e vídeo. 


A criação do YouTube iniciou-se numa garagem de São Francisco (Califórnia, Estados Unidos), em Fevereiro de 2005, onde os funcionários de uma empresa de tecnologia, Jawed Karim, Chad Hurley e Steve Chen, hoje com 38, 41 e 40 anos, respectivamente, iniciaram a criação de um programa de computador para partilhar vídeos com os amigos. 


A ideia de criar o YouTube resultou da dificuldade que era compartilhar arquivos de vídeo na época. “Estávamos num jantar em Janeiro de 2005, onde fizemos arquivos digitais. No dia seguinte, não conseguimos enviá-los por e-mail e demoramos muito para colocá-los na internet. Pensámos que deveria haver uma forma mais fácil de fazer isso”, afirmou Hurley, em entrevista à revista “Fortune”.

O primeiro vídeo publicado no Youtube data de 23 de abril de 2005, trata-se de uma espécie de vlog do Jawed Karim em um zoológico, e ainda permanece disponível, atualmente com mais de cinquenta e quatro milhões e trezentos e quatorze mil acessos (setembro/2018).




Cerca de 20 meses depois, em 9 de Outubro de 2006, a invenção seria comprada pelo Google por 1,65 bilhão (cerca de R$ 3,55 bilhões de reais) de dólares em ações, cujo conceito, curiosamente, também havia surgido numa garagem de São Francisco há oito anos atrás.

Os criadores


Durante algum tempo, apenas dois nomes eram associados a fundação do Youtube: Chad Hurley e Steve Chen. Os dois criadores (agora multimilionários) trabalharam juntos na PayPal, uma empresa de pagamentos e transferências de dinheiro via internet comprada em 2002 pelo site de e-commerce eBay.


Chad Hurley cresceu nos subúrbios da Filadélfia (Estados Unidos) e estudou design na Universidade da Pensilvânia. Chegou ao PayPal depois de ler uma reportagem sobre a empresa na revista “Wired” e de ter enviado um e-mail para a companhia a solicitar emprego. Na entrevista, desenhou um logótipo para o PayPal que ainda hoje continua a ser utilizado. Depois da aquisição por parte do eBay, Hurley saiu da empresa e passou a trabalhar como consultor em design até iniciar o projecto do YouTube, aos 28 anos.


Steve Chen, por sua vez, nasceu em Taiwan e sempre foi um aficionado por matemática. Mudou-se para os Estados Unidos e estudou programação na Academia de Matemática e Ciência de Illinois. Na Universidade de Illinois tirou o curso de ciência da computação e, no último semestre, foi contratado para trabalhar no PayPal por Max Levchin, co-fundador da empresa e seu colega de curso. Segundo a revista “Business Week”, Chen permaneceu na companhia até o início de 2005, aos 27 anos, tendo um papel preponderante no processo de expansão para a China.

O discreto terceiro co-fundador


Jawed Karim, na época com 26 anos, é um homem simples que não abdica dos seus jeans e t-shirt. O seu sonho é ser professor em Stanford.


Karim é um dos três fundadores do YouTube, que o Google concordou em comprar por 1.650 biliões de dólares. Esteve presente durante a criação do site, contribuindo com algumas ideias-chave. No entanto, para ele, a continuação dos estudos foi mais importante do que transformar aquela ideia num negócio. 


Enquanto os seus parceiros Chad Hurley e Steven Chen construíram a companhia e tornaram-se celebridades na comunicação social e na internet, ele silenciosamente voltou para a sala de aula, batalhando para conquistar a sua graduação em Ciências da Computação. 


Com a venda para o Google, Karim foi o que menos lucrou. No entanto, devido a acordo fabuloso, mesmo recebendo a menor parcela já ficou bem satisfeito e na época chegou a declarar nem saber o que fazer com tanto dinheiro. “O tamanho da oferta para a aquisição torna quase irrelevantes estes detalhes”, disse Karim. 


(Algumas) CURIOSIDADES DO YOUTUBE


1 - A conceituada revista norte-americana Time na sua edição de 13 de Novembro de 2006 elegeu o YouTube a melhor invenção do ano porque, entre outros motivos, conseguiu “criar uma nova forma para milhões de pessoas se entreterem, se educarem e se chocarem de uma maneira como nunca antes tinha sido vista”.



2 - O domínio "YouTube.com" foi activado no dia 15 de Fevereiro de 2005 e o site foi desenvolvido nos meses seguintes. Os criadores disponibilizaram uma amostra do site na internet em Maio de 2005, seis meses antes do seu lançamento oficial.

3 - O sucesso do YouTube afetou os negócios da "Universal Tube & Rollform Equipment", cujo site na época era www.utube.com. O endereço foi visitado tantas vezes por engano que sobrecarga o tirou do ar. No início de Novembro de 2006, a Universal Tube iniciou, sem êxito, uma ação legal nos tribunais dos Estados Unidos contra o YouTube, pedindo que o domínio “YouTube.com” fosse transferido para eles. Recentemente a empresa acabou por alterar o seu endereço para “utubeonline.com”.



4- O escritório do YouTube situa-se na Califórnia, e segundo a organização trabalham pouco mais que 60 funcionários.


5 - Os vídeos enviados para o YouTube estão limitados a dez minutos e a um máximo de 1 Gigabyte. Quando o YouTube foi lançado em 2005, era possível enviar vídeos mais longos, o que faz com que alguns vídeos disponíveis tenham uma duração superior ao limite atual. Esse limite de duração foi introduzido em Março de 2006, quando o YouTube descobriu que a maioria dos vídeos que excediam os dez minutos eram de programas de televisão e vídeos não autorizados.


6- Os vídeos do YouTube foram criados para serem vistos enquanto se está conectado à Internet, não havendo nenhum recurso oficial que permita o seu download. No entanto, foram criados alguns programas que são disponibilizados gratuitamente e que permitem o download dos vídeos.

7 - O YouTube passou a estar presente nos celulares desde Junho de 2007, através do serviço YouTube Mobile; e na televisão desde Janeiro de 2008 através do “YouTube TV Channel  canal exibe diversos vídeos do site).


8 - Em Junho de 2008 o YouTube lançou uma versão experimental para testar o uso de Anotações nos vídeos, que mostra comentários ou links durante a sua exibição.


9 - O número de visitas de alguns vídeos do YouTube tem sido alvo de controvérsias. Alguns críticos insinuam a utilização de sistemas automáticos para aumentar o número de visitas recebidas, o que é proibido segundo os termos de serviço do YouTube. Dois exemplos flagrantes são o videoclip de uma banda brasileira que contava com mais de 114 milhões de visitas, até ser removido pelo YouTube, e os videoclipes da famosa cantora Avril Lavigne. Um fã devoto da cantora criou um site que encoraja os visitantes a manter durante todo o dia aberta uma página que abre novos vídeos da cantora de 15 em 15 segundos.

❱ 
❱ ❱ CONHEÇA MEU CANAL NO YOUTUBE (E SE INSCREVA!)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato






PARCEIROS


INSTAGRAM